Joomla

Álvaro Wandelli Filho

ACADÊMICO INFORMAÇÕES PESSOAIS E ACADÊMICAS PATRONA
ÁLVARO WANDELLI FILHO

Nascimento: 17/09/1934
Naturalidade: Barra da Tijuca - Rio de Janeiro
E-mail: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.
Título: Desembargador, Escritor e Poeta
Cadeira: 26
Posse: 28/09/2015

Veja também:

Discurso de posse
Panegírico
Livros
Poesias
Contos
Fotos
Imprensa
Áudio 

Vídeos


CECÌLIA MEIRELES

07/11/1901
09/11/1964

CURRÍCULO 

Álvaro Wandelli Filho nasceu no dia 17 de setembro de 1934, na cidade do Rio de Janeiro, Estado de mesmo nome. É filho de Álvaro Wandelli e Olga S, Wandelli.

No Rio de Janeiro, cursou o Primário e o Ginasial. Em 1953, fez o curso Técnico em Meteorologia na cidade de Guaratinguetá-SP, e nos anos de 1955/1956, o curso Clássico em Porto Alegre-RS.

Veio para Santa Catarina no ano de 1957, aqui estabelecendo moradia.

Bacharelou-se em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), turma de 1962, e o curso de especialista em Direito, pela Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL).

No campo literário, colaborou assiduamente em prosa e verso, no suplemento literário semanal do jornal “O Estado”, entre os anos de1958 e 1962.

Foi vencedor do concurso literário promovido, em 1961, pela Academia Catarinense de Letras, com monografia sobre vida e obra do poeta Cruz e Souza. Recebeu Menção Honrosa noutra iniciativa cultural, da mesma academia de letras, com o poema “A hora da consciência”.

Prefaciou o livro “Poemas de um Sonhador”, do médico, professor, escritor e poeta lírico, Laerson Nicoleit, editado no ano de 1993, em Morro da Fumaça. Também prefaciou o livro “Considerações Sobre Eu e Outras Poesias: Augusto dos Anjos”, do médico e escritor, Júlio Doin Vieira, editado em Florianópolis no ano de 2006.

É autor do ensaio “Ciência Holística, Direito e Misticismo”, que integra o livro “A Crise do Conhecimento Jurídico”, organizado por Paulo R. A. Fagundez, lançado em 2004, pela editora da OAB, de Brasília.

É autor do ensaio “Salvemos Nosso Lar Planetário – Uma Introdução ao Estudo da Questão Ambiental”, publicado em edição especial do jornal catarinense “A Notícia”, datado de 23/03/2004, e igualmente publicado pela revista editada em Curitiba/PR, “O Rosacruz”, separata de 2005. O referido ensaio consiste no capítulo primeiro do livro que organizou, tendo o mesmo título geral e publicado no ano de 2006, pela Editora Insular, de Florianópolis.

Participou com poemas de sua autoria nas obras “Faces Contemporâneas da Poesia Brasileira” e antologia “Psicopoético 25”, organizadas pelos poetas Jurandir Barbosa e Márcio Moraes, lançado em 2011, pela editora Catrumano, de São Paulo.

É autor de “A Casa da Solidão”, poemas lançados em outubro de 2011, na edição especial Terceiro Milênio, na sede da Academia Catarinense de Letras, em Florianópolis.

O Tribunal de Justiça de Santa Catarina editou-lhe cerca de meia centena de livros, especificamente com acórdãos seus, além daqueles publicados na revista de jurisprudência.

É autor de um livro ainda não publicado cujo título é “Drogas: Políticas Públicas. Educação, Prevenção e Repressão. Aspectos Jurídicos”.

Álvaro Wandelli Filho também proferiu muitas palestras em instituições e eventos, sobre temas de seu interesse e pesquisa, entre eles, O Direito de Família, Ciência Holística, Direito e Misticismo e Legalização ou Descriminalização das Drogas?

No âmbito profissional, trabalhou como meteorologista no aeroporto Santos Dumont, do Rio de Janeiro, no ano de 1954; no aeroporto Salgado Filho, de Porto Alegre, entre 1954 e 1956; e no aeroporto Hercílio Luz, de Florianópolis, de 1956 a 1966.

Habilitado pela OAB, secção de Santa Catarina, desempenhou suas primeiras atividades jurídicas no foro da comarca de Florianópolis, inicialmente como solicitador, a partir do quarto ano do curso de Direito e, depois, quando já bacharel formado e advogado.

Concursado no Ministério Público do Paraná, ocupou o cargo de promotor de justiça na comarca de Pitanga. Mediante outro concurso público, passou a integrar o Ministério Público catarinense, na mesma função e cargo mencionados, na comarca de Xaxim, entre 1966 e 1967.

Por meio de novo concurso público, ingressou na magistratura deste Estado, exercendo a judicatura nas comarcas a seguir indicadas: Orleans, em1967, Sombrio, de 1967 a 1971, Capinzal, em 1971, Xanxerê, de 1971 a 1974, Jaraguá do Sul, de 1974 a 1977, Tubarão, de 1977 a 1988, e Florianópolis,1988 a 1992.

Promovido a desembargador do Tribunal de Justiça do Estado, nessa qualidade atuou por oito anos e meio, como membro de várias de suas câmaras e do seu órgão especial, até se aposentar em fins do ano 2000. Neste órgão, recebeu a Comenda do Mérito, pelos relevantes serviços prestados.

Álvaro Wandelli Filho ainda exerceu o magistério, lecionando Português na Escola Técnica Industrial de Florianópolis; História de Santa Catarina, na Escola Normal Mater Dolorum, de Capinzal; Direito Civil, na Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL), de Tubarão; e Direito de Execução Penal, na Escola Superior da Magistratura de Santa Catarina (ESMESC), de Florianópolis. Ao jubilar-se, foi homenageado pelos relevantes serviços prestados na ESMESC, conforme registro em prata.

 

 

Voltar

 
Parceiros
Banner
Banner
Seja nosso parceiro. ***Anuncie aqui.*** Fone:(48) 99968-4695